Traficantes fazem trégua em Florianópolis a mando de facção do Rio, diz PM

Luiz Nunes
Especial para o UOL Notícias
Em Florianópolis (SC)

Em quatro comunidades do maciço do Morro da Cruz, em Florianópolis, onde há presença do tráfico de drogas, bandeiras brancas propõem uma trégua nos conflitos entre grupos rivais desde o Natal. Segundo a Polícia Militar, a iniciativa aconteceu a mando de uma facção criminosa do Rio de Janeiro - provavelmente, o Comando Vermelho - que ordenou que os grupos se organizassem, sob pena de que a própria facção se instalasse nos pontos de tráfico.

Prefeito, vice, secretários e PMs são feitos reféns em SC

O prefeito, o vice-prefeito e dois secretários do município de Itaiópolis (SC), além de dois policiais militares foram feitos reféns por colonos que disputam uma área com índios nas proximidades do município na última quinta-feira (22). A área está em litígio e registra a disputa entre as partes há cerca de dez anos

A informação é do comandante do 4º Batalhão da PM, responsável pela área central da cidade, tenente-coronel Newton Ramlow. "A atividade não tem força econômica nem organização", diz, sobre a região.

Desde o início do ano, não houve registro de homicídio nas quatro comunidades. Em 2008, mais de 90% dos homicídios na área estiveram relacionados ao tráfico de drogas, segundo Ramlow.

O comandante do 4º BPM afirma que não vai intervir na manifestação pacífica, mas que acompanha a movimentação. "Não vou condenar se eles querem poupar vidas. Porém, vamos intervir caso a bandeira mude de cor", garante.

Para a Polícia Civil, o motivo da trégua é outro. Segundo o delegado Cláudio Monteiro, responsável pela repressão ao comércio de entorpecentes da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (Deic), os traficantes estão envolvidos com o Carnaval e os conflitos atrapalhariam a preparação da festa.

Duas outras comunidades do maciço do Morro da Cruz não hastearam bandeiras. Segundo informações de moradores dessas áreas, ainda há contas a acertar com os outros grupos, antes que seja proposta uma trégua.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos