Campanha contra a dengue reúne 5.000 crianças no Rio

Da Agência Brasil
No Rio de Janeiro (RJ)

A campanha Brincando contra a Dengue reuniu hoje (27) cerca de 5.000 crianças no estádio Célio de Barros, no complexo esportivo do Maracanã, para ensinar de maneira lúdica formas de combater a doença. Sob comando dos apresentadores, as crianças brincavam ao mesmo tempo em que recebiam instruções de como evitar os focos da dengue.

O secretário de Saúde do Estado, Sérgio Côrtes, participou das atividades e disse que a iniciativa mostra o papel fundamental da educação também na área da saúde.

"Essas crianças, entendendo a importância de que para brincar não podem ficar doentes, chegam em casa e falam com os pais que não se pode manter caixas d'água e garrafas pet destampadas. Elas são multiplicadoras e com um poder de convencer os pais da luta contra a dengue, com a eliminação dos criadouros."

As crianças fazem parte do Projeto Suderj em Forma, da Secretaria de Turismo, Esporte e Lazer. O projeto tem 210 núcleos localizados em comunidades de todo o Estado, atendendo a 30 mil crianças. O projeto oferece atividades esportivas, recreativas e culturais a crianças e adolescentes.

A campanha Brincando contra a Dengue é uma atividade da Secretaria Estadual de Saúde e Defesa Civil, em parceria com as Secretarias Estaduais de Educação e de Turismo, Esporte e Lazer. O coordenador de projetos esportivos da Suderj, Alex Barros, disse que a atividade será direcionada aos núcleos do órgão. O secretário Sérgio Côrtes disse que a campanha contra a dengue deve ser permanente para evitar a epidemia no Estado.

A Secretaria Municipal de Saúde e Defesa Civil informou que a cidade do Rio está em situação de alerta. Segundo o levantamento do índice do Aedes aegypti, feito entre 5 e 14 de janeiro, o Rio apresenta índice de infestação de 2,92%, que é superior à média nacional.

O estudo, que pesquisa 450 imóveis em cada localidade do Rio, mostra uma diminuição da infestação nos bairros do Méier, São Francisco Xavier, Pilares, Engenho de Dentro e Piedade, que hoje é de 3,77%. Por outro lado, os índices mais altos estão no Complexo do Alemão, com 14,2%, Pavuna, com 9,8%, Quintino, com 8,8% e Coelho Neto, com 8,3%.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos