Fábrica da Dolly é interditada por crime ambiental no Rio

Da Agência JB

Uma fábrica de refrigerantes Dolly, em Duque de Caxias (RJ), foi interditada na manhã desta terça-feira (27) por crime ambiental. No local foram encontrados indícios de despejo de afluentes na rede de esgoto, lixo nos fundos da fábrica e resíduos sólidos.

Na entrada da fábrica, policiais encontraram um vigilante portando um revólver calibre 38 e uma escopeta, mesmo sem possuir porte de arma.

Segundo o secretário municipal de Meio Ambiente, Samuel Maia, os donos da fábricas podem responder também por sonegação fiscal, já que notas com endereços diferentes foram encontradas no local.

"Encontramos total falta de higiene e muitas irregularidades. O pior é que a fábrica conseguiu o licenciamento no fim de 2008, sem passar por nenhum tipo de fiscalização", afirma o secretário.

Segundo ele, a água que é usada para fabricar o refrigerante vem de uma caminhão pipa, que, em seguida, passa para cisterna, sem nenhum tipo de higiene. "Só depois é levada para os reservatórios onde era fabricado o refrigerante", completou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos