Equipes de resgate retiram 24 corpos; bombeiros fazem buscas no Amazonas

Do UOL Notícias*
Em São Paulo

As equipes de resgate retiraram 24 corpos do Rio Manacapuru, próximo da Ilha de Monte Cristo, em Manacapuru, a 85 km de Manaus (AM), onde o avião Bandeirante PT-SEA caiu na tarde de sábado. Apenas quatro pessoas sobreviveram, entre elas uma criança.

Confira a lista com nomes das vítimas do acidente

  • UOL Mapas

    Aeronave Bandeirante partiu de Coari, em direção a Manaus (AM)

Na manhã deste domingo, o Corpo de Bombeiros retomou o trabalho no rio Manacapuru. De acordo com o órgão, pessoas que moram na região teriam visto uma mulher afundando no rio. "Vamos fazer o trabalho de buscas com base nesta informação. A prioridade é a busca pela possível vítima e depois iremos auxiliar na retirada da aeronave do rio", afirmou o Tenente Marco Gama, do Corpo de Bombeiros. A Manaus Aerotaxi, empresa proprietária do avião, descartou a possibilidade de haver mais uma pessoa na aeronave.

Cerca de 30 bombeiros trabalham no local, entre mergulhadores e profissionais de superfície. A aeronave já foi levada para a parte rasa do rio e está ancorada em uma balsa. O investigador Roberto Almeida, da polícia civil de Manacapuru, informou que entre as vítimas fatais estariam "7 a 8 crianças".

Os corpos de 22 vítimas serão levados até a cidade de Coari, de onde partiu o avião, onde serão enterrados. Outras duas vítimas do acidente serão sepultadas em outros locais do Estado.

Os quatro sobreviventes, segundo as equipes de resgate, estavam em assentos na cauda do Bandeirante. Os demais ficaram presos na aeronave, que afundou no rio. No site da empresa, a aeronave aparece com capacidade para 16 passageiros ou 1.500 kg de carga.

Os sobreviventes foram identificados como Brenda Dias Morais, 21, Eric Evangelista da Costa Pessoa, 23, Yan da Costa Liberal, 9, e Ana Lúcia Reis Láurea, 43. Eles foram encaminhados para o hospital Lázaro Reis, em Manacapuru, e passam bem.

Inicialmente, a Aeronáutica informou que 20 pessoas estavam na aeronave, mas depois alertou que o número de mortos é maior do que consta na lista de ocupantes informada em plano de voo. Entretanto, de acordo com a empresa proprietária da aeronave, a Manaus Aerotáxi, 28 pessoas estavam a bordo.

EMPRESA PROPRIETÁRIA DO AVIÃO LAMENTA ACIDENTE

Em nota publicada em seu site, a empresa Manaus Aerotáxi --proprietária da aeronave-- lamentou o ocorrido e disse que "as circunstâncias e causa da ocorrência estão sendo apuradas pelas autoridades competentes".

A aeronave partiu do aeroporto de Coari na tarde de sábado e, após uma hora de voo, pediu autorização para o centro de controle aéreo de Manaus para retornar ao aeroporto de onde partiu. O centro autorizou a volta da aeronave, que desapareceu do sinal de comunicação.

Por volta das 14h (horário local), o avião teria tentado pousar em uma pista abandonada na comunidade de Santo Antonio, em Manacapuru, que fica próxima ao rio, segundo o oficial de comunicação do Corpo de Bombeiros do município, capitão Helyanthus Borges. De acordo com a Aeronáutica, o avião caiu a 500 metros da pista.

Um avião da FAB (Força Aérea Brasileira) foi enviado ao local para auxiliar nas buscas. De acordo com o comando, as condições do tempo dificultaram o trabalho de resgate. O Comando da Aeronáutica já iniciou as investigações para descobrir a causa do acidente. A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) informou que o comandante do avião tinha documentação regularizada para pilotar.

Na madrugada, a Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros suspenderam as buscas. Até as 2h de domingo, os bombeiros só haviam confirmado que 23 corpos haviam sido resgatados. A Manaus Aerotáxi confirmou pela manhã que o número de corpos chegava a 24.

*Atualizada às 12h
Com informações da Agência Estado, Folha Online e Agência Brasil

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos