Prefeitura de SP termina despejo de prédio central que dará lugar a praça

Do UOL Notícias
Em São Paulo

A Prefeitura paulistana concluiu nesta quarta a desocupação do edifício Mercúrio, vizinho ao mais célebre edifício São Vito (conhecido como "Treme-Treme"), para ambos serem demolidos para dar lugar a uma praça em região próxima ao turístico Mercado Municipal.

DESPEJADOS FALAM EM VÍDEO

Na desapropriação, os proprietários foram indenizados com valores entre R$ 25 mil a R$ 35 mil. Já os inquilinos receberam ajuda de R$ 2.400. "Esse é o famoso cheque-despejo. O que a prefeitura deveria dar era uma bolsa-aluguel e inscrever os despejados em um programa de habitação municipal", critica Carlos Loureiro, coordenador do Núcleo de Habitação e Urbanismo da Defensoria Pública do Estado.

Loureiro pediu também nesta quarta uma apreciação emergencial ao juiz que cuida da liminar que o defensor entrou em dezembro passado. "Essas pessoas não podem ir para a rua ou mandadas para a periferia. O governo deve assisti-las, de preferência, no centro da cidade, onde elas sempre viveram e onde trabalham", afirma Loureiro (confira acima vídeo com moradores que saíram após notificação municipal).

No mês passado, a prefeitura conseguiu um mandado judicial para a desocupação do Mercúrio. O Mercúrio e São Vito foram erguidos "colados" na década de 1950 em uma área de aproximadamente 1.100 metros quadrados. O São Vito tem 600 apartamentos de 25 a 30 metros quadrados cada uma. O Mercúrio tem 138 apartamentos.

Estudos da Secretaria Municipal de Habitação apontam que a reforma dos prédios é inviável. Cada apartamento custaria até R$ 90 mil, sendo que atualmente apartamentos populares não custam mais de R$ 50 mil. Entretanto, a demolição também é cara: R$ 9,3 milhões, ou o suficiente para bancar 186 apartamentos populares.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos