Bala perdida mata menina de 14 anos durante ensaio de escola de samba

Cristiane Ribeiro
Da Agência Brasil
Em Brasília (DF)

Uma menina de 14 anos morreu na madrugada de hoje, horas depois de ser atingida por uma bala perdida em um ensaio na quadra da Imperatriz Leopoldinense, em Ramos, zona norte do Rio. Juliana Chaves Lins da Silva foi ferida na noite de domingo (15) com um tiro no olho, mas a bala se alojou no crânio, impossibilitando sua retirada.

Ela foi levada ao Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha, mas não resistiu aos ferimentos. O corpo está sendo velado na capela do cemitério de Inhaúma e será enterrado na manhã de terça-feira (17).

De acordo com parentes, a adolescente estava sentada no camarote na quadra da escola acompanhada da família. Segundo testemunhas, ela desfilaria de baianinha pela primeira vez este ano. A família disse que não ouviu o barulho do disparo.

Técnicos do Instituto de Criminalística Carlos Éboli estiveram na quadra da escola para tentar identificar de onde partiu o tiro. Eles recolheram a cadeira em que a menina estava sentada e que ficou suja de sangue.

O crime está sendo investigado pela Delegacia de Bonsucesso (21ª DP) e testemunhas estão sendo ouvidas desde o início da manhã desta segunda-feira. Segundo agentes da delegacia, ainda não há indícios sobre a origem do tiro e quem teria feito o disparo.

A vítima era sobrinha de Di Andrade, um dos vencedores do samba-enredo da escola este ano.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos