Capitania dos Portos aumentará fiscalização nas praias do Rio durante o Carnaval

Vladimir Platonow
Da Agência Brasil
No Rio de Janeiro (RJ)

A Capitania dos Portos do Rio de Janeiro vai deflagrar, a partir de sexta-feira (20), a Operação Carnaval para reprimir o uso indevido de embarcações próximo às praias. O objetivo é evitar acidentes contra banhistas envolvendo lanchas e jet-skies.

Embora esses atropelamentos não sejam comuns, segundo o comandante da Capitania dos Portos, Wilson Lima Filho, quando ocorrem quase sempre acabam de forma trágica, com a morte do banhista ou a amputação de partes do corpo.

"Tão importante quanto a fiscalização feita pela Marinha é a consciência do condutor da embarcação de respeitar as normas estabelecidas, principalmente o espaço destinado aos banhistas, que é a faixa de 200 metros junto às praias", disse Lima Filho.

Segundo ele, só no último fim de semana foram apreendidos dois jet-skies que trafegavam irregularmente nesse espaço. Os donos responderão a inquérito militar e terão de pagar multa que pode chegar a R$ 3.200 para terem as embarcações liberadas.

A Capitania dos Portos divulgou o balanço final da Operação Costa Verde, que inspecionou 1.838 embarcações no estado, com 284 notificações e 22 apreensões, a maior parte porque estava fora do limite estabelecido, com os condutores sem licença e sem registro na Marinha.

"O condutor de uma embarcação deve seguir o mesmo princípio de um motorista. Precisa de documentação própria para pilotar e não pode ingerir bebida alcoólica. Se beber, passa o timão para alguém habilitado", disse o comandante, ressaltando que haverá teste de bafômetro durante as fiscalizações.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos