Chuvas deixam ao menos cinco mortos no Estado de SP

Do UOL Notícias*
Em São Paulo (SP)

As fortes chuvas que atingiram diferentes regiões do Estado de São Paulo nos últimos dois dias já causaram a morte de ao menos cinco pessoas, segundo informações dos órgãos de Defesa Civil dos municípios.

Duas crianças, um menino de 9 anos e uma menina de 6, morreram soterradas na noite de ontem no Guarujá, litoral sul de São Paulo, em um desmoronamento que atingiu oito casas na Vila Baiana. Uma das vítimas, Beatriz Messias Menezes, de 6 anos, chegou a ser socorrida, mas morreu no Hospital Santo Amaro.

De acordo com a prefeitura de Guarujá, a Defesa Civil do município decretou estado de alerta desde a manhã de ontem, quando o índice pluviométrico das últimas 24 horas (109,2 mm) foi equivalente ao volume de água de uma semana. Um dos bairros mais afetados foi a Vila Baiana, na Enseada. Cerca de 105 pessoas e 75 crianças foram removidas para a Escola Estadual Paulo Clementi Santini, na Vila Baiana.

Pedro de Toledo
Um aposentado de 82 anos morreu na noite de terça-feira ao ser arrastado pela enxurrada em Pedro de Toledo, município que fica a 149 quilômetros da capital paulista. De acordo com a assessoria de imprensa da prefeitura da cidade, José Peixe Amarante caiu em um riacho enquanto atravessava uma ponte de madeira, que cedeu por conta do temporal.

Na cidade, 13 famílias estão desabrigadas em decorrência das chuvas e, segundo a prefeitura, estão sendo amparadas pela Secretaria de Assistência Social.

Capital
Duas pessoas morreram e outras quatro ficaram feridas em desabamentos ocorridos ontem em São Paulo. No bairro do Tremembé, na zona norte da cidade, dois jovens foram soterrados depois do desabamento da laje de uma construção. Maxwel Santos de Oliveira, 17, e Edinalvo Ferreira de Lima, de 26, passavam pela rua e resolveram buscar abrigo da chuva dentro da construção. A estrutura não resistiu e despencou. As duas vítimas morreram no local.

No Parque Colonial, região de São Mateus, zona leste da capital, quatro pessoas da mesma família ficaram feridas com a queda do muro de cerca de seis metros de uma construção ao lado da casa onde moram.

*Com informações da Agência Estado

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos