Mesmo com Lei Seca, Carnaval registra maior número de acidentes nas estradas

Do UOL Notícias
Em São Paulo

No primeiro Carnaval sob a Lei Seca, balanço divulgado nesta quinta-feira (26) pela Polícia Rodoviária Federal registra aumento no número de acidentes nas estradas do país. Entre 0h de sexta-feira (19) e meia-noite de quarta (25), foram registrados 2.865 acidentes (aumento de 20% em relação a 2008) e 1.784 feridos (aumento de 21%). O número de mortes foi de 127 mortes, contra 128 em 2008.

AUMENTO DA FROTA

Para Polícia Rodoviária, número de mortos em acidentes no Carnaval poderia ter sido maior



Minas Gerais é novamente o líder do ranking dos números absolutos do Carnaval. O Estado, com a maior malha viária federal do país, registrou 471 acidentes, com 21 mortes e 347 feridos.

O segundo colocado foi Santa Catarina, com 366 desastres, 19 mortos e 217 feridos. O terceiro no ranking foi o Rio de Janeiro, que registrou 267 acidentes, com 10 mortes e 131 feridos. Em números de vítimas fatais, o Maranhão ficou empatado com o Rio de Janeiro, seguido por Bahia, com 8 óbitos, e Pernambuco, com sete.

Segundo a PRF, nos oito meses de Lei Seca ao volante, um motorista era flagrado alcoolizado a cada 10 testes realizados. Durante os últimos seis dias, a média foi de uma autuação a cada 16 abordagens. Foram 14.129 exames de bafômetro, que resultaram em 862 multas por embriaguez. Deste total, 576 condutores foram presos em flagrante.

"As estatísticas de trânsito não devem ser analisadas de maneira isolada ou simplista. Olhar apenas os números absolutos pode dar impressão equivocada sobre o que está acontecendo nas estradas. Se a frota em circulação nas rodovias foi recorde, seria natural imaginar o crescimento das ocorrências de trânsito. Mas a verdade é que conseguimos estabilizar o número de óbitos e reduzimos em 20% a fatalidade dos desastres", afirma o diretor geral da Polícia Rodoviária Federal, inspetor Hélio Derenne.

A Polícia Rodoviária Federal afirma ainda que a fiscalização aumentou, 10% a mais de veículos, ou cerca de 26 por minuto. Além disso, o fluxo de veículos em alguns corredores viários aumentou em até 60%, como Santa Catarina, Minas Gerais e Rio de Janeiro.

Nos 62 mil quilômetros de BR's, os flagrantes de irresponsabilidade e desrespeito ao Código de Trânsito Brasileiro também dispararam em 12%. Só em multas por ultrapassagens proibidas, foram 11.515 autos de infração.

Nos seis dias de operação, a PRF apreendeu 713 quilos de maconha e flagrou 59 crianças e adolescentes em situação de risco. Em ações por todo Brasil, 978 criminosos foram presos em flagrante, contra 619 em 2008.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos