Para Polícia Rodoviária, número de mortos em acidentes no Carnaval poderia ter sido maior

Claudia Andrade
Do UOL Notícias
Em Brasília

A Polícia Rodoviária Federal divulgou nesta quinta-feira (26) os números dos acidentes durante o Carnaval. Foram 2,8 mil acidentes, contra 2,3 mil registrados no mesmo período do ano passado. Este ano, morreram 127 pessoas em acidentes e 1.784 ficaram feridas. Em 2008, foram 128 mortos e 1.472 feridos.

Para o inspetor Alvarez Simões, coordenador da Operação Carnaval da Polícia Rodoviária, havia elementos para que os números deste ano fossem maiores. E a Lei Seca pode ter contribuído para evitar o crescimento.

"Houve aumento na frota e no fluxo de veículos. E mesmo a crise econômica, que poderia ser ruim, fez com que mais pessoas pegassem a rodovia, deixassem de viajar de avião, e escolhessem destinos nacionais. Tínhamos esse viés de alta, mas o objetivo de garantir a vida foi atingido", destacou.

Na Operação Carnaval foram usados 700 bafômetros e foram feitos mais de 14 mil exames. Um total de 862 multas foram aplicadas por motivo de embriaguez e 576 motoristas foram presos em flagrante por terem ingerido álcool.

"A legislação nova veio para ajudar a frear a irresponsabilidade do motorista e segurar o número de mortos no nível que já estava. Este é um leve indicador de que as coisas possam estar mudando, mas não é motivo de comemoração", avaliou. "Jamais vamos comemorar enquanto uma única vida for perdida por causa do descomprometimento com as regras de conduta".

O aumento no número de acidentes, na avaliação do inspetor, foi reflexo do aumento no fluxo de veículos na estrada, que chegou a 60%. O motivo maior de preocupação, contudo, é com a atitude do motorista. "Infelizmente, o motorista ainda é bastante deseducado na condução do veículo, por isso precisa de fiscalização".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos