Com 39,3°C, calor bate recorde do ano no Rio de Janeiro (RJ)

Da Agência JB

O Rio de Janeiro teve um novo um recorde de temperatura neste ano, com a máxima chegando a 39,3ºC, na praça Mauá, zona portuária, nesta sexta-feira (6), de acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

Segundo especialistas, o forte calor que levou os cariocas a abrirem os guarda-chuvas para escapar do sol é fruto de dois fatores: o verão que chegou atrasado este ano e uma massa de ar quente estacionada no centro do Brasil.

TEMPO E TRÂNSITO EM SP

  • Leonardo Wen/Folha Imagem

    Comércio da rua Carlos Silva, no Carrão, na zona leste, sofre com a inundação após as fortes chuvas que atingiram a capital paulista na tarde desta sexta-feira (6), provocando até 14 pontos de alagamento


"Esta massa impede que as frentes frias cheguem até o Rio. Elas são empurradas para o alto mar", explicou o ambientalista David Zee, professor do Departamento de Oceanografia da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj).

"As águas de março na verdade serão as águas de abril, este ano. Com este cenário de calor intenso, é bom os governantes ficarem atentos para os temporais que poderão desabar sobre o Rio", alertou o ambientalista. "A estação começou em meados de fevereiro e se desenvolverá com dias quentes após o mês de março", acrescentou.

Contraste entre Ipanema e Barra
Ontem, enquanto em Ipanema os banhistas dispensaram os chuveirinhos para aproveitar o mar com águas transparentes, na Barra da Tijuca, altura do Quebra-Mar, o mau cheiro e a mancha escura na faixa de arrebentação incomodou os frequentadores.

"A situação da praia da Barra no trecho entre o Quebra-mar e o Pepê me desanimou. Nestes dias em que a temperatura atinge os 40º, chego suada da faculdade, com vontade de dar um mergulho e desisto quando piso no calçadão, tamanho é o fedor da água", reclamou a estudante Ana Lima, moradora do Jardim Oceânico.

O panorama da praia da Barra constratava com o cenário paradisíaco em Ipanema. "A praia tem estado maravilhosa. Dispensei os concorridos chuveirinhos das barracas. A Praia de Ipanema está como Cancun", elogiou a professora Bárbara Amorelli.

Segundo o ambientalista David Zee, o contraste apresentado entre a qualidade da água nas praias da Barra e de Ipanema se deve principalmente a um descaso de governos passados frente a questão do saneamento básico na zona oeste, que ficou esquecido por décadas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos