Eleitores que não votaram nas três últimas eleições têm um mês para regularizar título

Marco Antonio Soalheiro
Da Agência Brasil

Até o dia 16 de abril, mais de 500 mil eleitores, que não votaram nem justificaram ausências nas três últimas eleições, têm que regularizar a sua situação nos cartórios eleitorais, sob pena de terem o título cancelado. O eleitor que eventualmente tiver o título eleitoral cancelado não poderá se inscrever em concurso público ou neles tomar posse, receber salários de emprego público, participar de concorrências no setor público nem tirar passaporte.

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), até a última sexta-feira apenas 8.689 eleitores haviam regularizado a sua situação eleitoral. No Rio de Janeiro e em Alagoas, Estados com menor número proporcional de regularizações, apenas 0,86% dos eleitores faltosos já estão quites com a Justiça.

Para aqueles beneficiados com o voto facultativo não é preciso regularizar o título. Estão neste caso maiores de 16 e menores de 18 anos, analfabetos e maiores de 70 anos. Eleitores que estiverem em dúvida sobre a regularidade de seu título podem fazer uma consulta disponível no site do TSE.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos