Avião cuja turbina caiu sobre casas em Manaus não tinha autorização para transportar carga

Do UOL Notícias
Em Manaus

Fuselagem de avião cai e atinge 20 casas em Manaus


O avião DC-10 cuja turbina caiu sobre casas na zona norte da capital amazonense estava carregado no momento da decolagem, contrariando a autorização dada pelas autoridades aeronáuticas brasileiras. A informação é da gerente da empresa Arrow Cargo - proprietária da aeronave - em Manaus, Rai Marinho. De acordo com nota da Força Aérea Brasileira (FAB), o avião tinha autorização para realizar voo sem fins lucrativos e sem carga.

Na madrugada desta quinta-feira (26), por volta das 1h46, o avião decolou do Aeroporto Internacional Eduardo Gomes. Logo após a decolagem, uma das turbinas e outros pedaços da carenagem do avião caíram sobre o bairro Terra Nova, na periferia de Manaus. As peças atingiram 21 casas, mas ninguém ficou ferido.

A gerente da Arrow Cargo não soube explicar por que o avião estava carregado no momento da decolagem se sua autorização não permitia o transporte de cargas. Rai Marinho não disse que tipo de material estava sendo transportado. Além disso, a gerente não informou por que o piloto da aeronave mudou o destino previsto no plano de voo. O avião deveria ter pousado em Bogotá, mas aterrissou em Medellín. As duas cidades se localizam na Colômbia, mas ficam a 414 km de distância uma da outra.

"Parecia o fim do mundo"

Uma moradora do bairro Terra Nova, em Manaus, disse que o forte barulho causado pela queda dos fragmentos do DC-10 fez com que sua família saísse correndo de casa assustada, "sem saber o que tinha causado o barulho e destruído a nossa sala", disse ela. "Parecia o fim do mundo".



"Ainda não entrei em contato com o piloto. Nossa preocupação inicial está sendo ressarcir os prejuízos causados pelo acidente", disse Marinho. Segundo informação da filial de Bogotá da Arrow Cargo, o comandante, que é norte-americano, já havia deixado Medellín nesta tarde e viajado para Miami, nos EUA.

A gerente informou que um advogado já foi acionado pela empresa para cuidar dos trâmites legais das indenizações. Sobre a nota divulgada pela FAB, a gerente não se manifestou.

Prejuízos

As Defesas Civis de Manaus e do governo do Amazonas já terminaram o levantamento das casas atingidas pelas peças da turbina. Vinte e uma casas foram listadas. Uma relação será encaminhada ainda hoje para a Aeronáutica e para a Arrow Cargo.

De acordo com o coordenador do Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa-7), tenente-coronel Vladimir Passos, a turbina e as outras peças do avião que se descolaram da carenagem já foram recolhidas e estão sendo armazenadas num hangar da Aeronáutica, onde serão vistoriadas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos