Após quase três horas, trio libera 14 reféns em supermercado de Contagem (MG)

Rayder Bragon
Especial para o UOL Notícias
Em Contagem (MG)

Após quase três horas, terminou por volta de 10h15 um assalto ao supermercado Campos Sá, no bairro de Nova Contagem, em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte. Quatorze pessoas que haviam sido feitas reféns foram liberadas com a ação do Gate (Grupo de Ações Táticas Especiais) da Polícia Militar de Minas Gerais.
  • UOL

    Um tiro acidental chegou a ser disparado dentro do supermercado

  • UOL

    Supermercado foi tomado por assaltantes por volta das 7h30

  • UOL

    Viaturas e homens do Gate foram mobilizados para resolver o caso



Após a negociação entre o Gate e os três assaltantes, os criminosos se entregaram e foram encaminhados para o 5º Distrito Policial de Contagem - inclusive um menor de idade. Não houve feridos. Durante as conversas, um tiro chegou a ser disparado dentro do supermercado. Segundo a PM, o disparo, feito por um dos assaltantes, foi acidental.

O supermercado, de bairro, foi tomado por volta das 7h30, quando um padeiro chegava para trabalhar e abrir a loja.

Segundo a polícia, os assaltantes disseram que procuravam um cofre que existiria no supermercado, cuja existência é negada pelo dono. "Hoje em dia o que mais passa é cartão de crédito e anotações para pagamento posterior. Tem muita gente que acha que em supermercado circula muito dinheiro, mas isso não acontece há muito tempo", disse Almir Sá.

Após os assaltantes entrarem no prédio, que permaneceu com as portas abertas, os clientes e funcionários que chegavam para trabalhar foram sendo rendidos. Quando um dos assaltantes percebeu a passagem de um carro da PM, as portas do prédio foram abaixadas.

Um gerente que ainda não havia entrado no prédio percebeu a movimentação e acionou a polícia. Cerca de dez carros de polícia, entre eles os dos homens do Gate, foram mobilizados na ação.

O dono do supermercado, Almir Vieira Sá, de 49 anos, disse que já foi assaltado "umas 20 vezes", mas que é a primeira vez em que são feitos reféns na loja. Ele disse, no entanto, que não considera o bairro violento e que os assaltantes não foram violentos com os reféns.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos