Entidade patronal diz que 12 ônibus foram danificados durante greve de rodoviários no RJ

Da Agência JB
No Rio de Janeiro

A Federação das Empresas de Transporte de Passageiros do Rio de Janeiro (Fetranspor) afirmou que 12 ônibus foram depredados em Niterói e São Gonçalo durante a greve dos rodoviários, iniciada nesta manhã. Os trabalhadores, no entanto, negam o vandalismo.

Os rodoviários pedem reajuste de 10%, mas as empresas oferecem 7%. De acordo com a entidade patronal, a greve atingiu cerca de um milhão de pessoas.

Enquanto a Fetranspor afirma que 70% dos veículos já voltaram a circular, o representantes dos grevistas, ligados ao Sintronac (Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Passageiros de Niterói a Arraial do Cabo), dizem que apenas 30% dos veículos estão em operação (o mínimo previsto pela Lei de Greve). A paralisação atinge os municípios de Niterói, São Gonçalo, Itaboraí, Tanguá, na região Metropolitana, e Maricá, na região dos Lagos.

Nesta tarde, os representantes dos trabalhadores e das empresas estão reunidos com a Procuradoria do Trabalho, na capital carioca, para tentar chegar a um acordo.

Durante a madrugada, motoristas que tentavam furar a paralisação foram impedidos pelos grevistas. Houve tumultos e os pontos de ônibus de Niterói ficaram cheios. Sem o transporte regular, táxis e vans viraram alternativas.

Mais cedo, o trânsito ficou lento e, em alguns pontos, engarrafado. A ponte Rio-Niterói teve retenções em vários pontos e a travessia chegou a durar cerca de 20 minutos. A alameda São Boa Ventura, avenida do Contorno e a avenida Marquês de Paraná tiveram trânsito intenso e lento toda a manhã. As barcas colocaram horários extras, com saídas a cada 10 minutos.

Os poucos ônibus que circularam hoje estavam com lotação acima do permitido. Passageiros que lotavam os pontos não conseguiam embarcar nos coletivos. Vans também também trafegavam com excesso de passageiros. As escolas tiveram grande número de falta de alunos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos