Caixa informa que obras de programa habitacional começam em maio em São Paulo

Vinicius Konchinski
Da Agência Brasil
Em São Paulo

Atualizada às 10h15
O superintendente regional da Caixa Econômica Federal em São Paulo, Válter Nunes, afirmou hoje (13) que os primeiros convênios do programa Minha Casa, Minha Vida vão começar a ser implementados em São Paulo em maio, com o início das primeiras obras de construção de casas populares, que serão realizadas por meio de acordos entre o governo federal e as 101 prefeituras paulistas incluídas no programa.

Nunes disse, em entrevista à Agência Brasil, que, desde o anúncio do programa, em 25 de março, as 18 superintendências da Caixa no Estado estão em contato com as prefeituras procurando agilizar parcerias. Ele disse também que o processo de negociação com algumas prefeituras, como a de São Paulo, já está bem adiantado.

De acordo com Nunes, a construção de casas para famílias com renda de até três salários é a única atrelada diretamente aos convênios entre governos. O restante das casas (moradias para famílias com renda entre três e dez salários mínimos) será construído por construtoras e automaticamente estarão incluídas no programa.

Constam dos planos do novo programa de habitação do governo federal a construção de 1 milhão de casas no país. Destas, 183 mil devem ser construídas em cidades do Estado de São Paulo.

O número, no entanto, não resolve o déficit habitacional no Estado. Dados do próprio Ministério dos Cidades, responsável pelo Minha Casa, Minha Vida, apontam que 1,34 milhão de casas precisariam ser construídas para atender a atual demanda estadual. Deste total, 642 mil só na Grande São Paulo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos