Greve dos ferroviários deixa mais de 400 mil sem trens no Rio

Da Agência JB

*Atualizada às 7h57

Mais de 400 mil pessoas são prejudicadas nesta segunda-feira com a greve dos ferroviários no Rio. O presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas Ferroviárias do Estado, Valmir Índio Lemos, disse que a paralisação não é por motivos econômicos, Segundo ele, a reivindicação é por mais segurança para os funcionários e passageiros da Supervia.

A companhia informou que recebeu o comunicado da greve no dia 9 de abril, às 11h. Segundo nota da concessionária, apenas um grupo de maquinistas participou da assembleia do sindicato.

A Supervia colocou em prática um esquema especial de trens. Dois ramais, o de Santa Cruz e o de Japeri, funcionam com intervalos de 15 minutos. Os trens que partem destes ramais fazem paradas também em todas as estações do ramal de Deodoro, que está funcionando só para desembarque. Já os trens dos ramais de Belford Roxo e Saracuruna tiveram a circulação suspensa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos