Temporão prevê economia para o sistema de saúde com lei antifumo paulista

Elaine Patricia Cruz
Da Agência Brasil
Em São Paulo

O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, elogiou hoje (13) a aprovação da lei antifumo pela Assembleia Legislativa de São Paulo. Segundo ele, a proposta - que ainda deve ser sancionada pelo governador José Serra - deve contribuir para a geração de economia para o sistema de saúde nacional.

SP tem hospitais irregulares

O Ministério Público de São Paulo divulgou hoje (13) uma relação de 118 hospitais do Estado de São Paulo que possuem algum tipo de irregularidade quanto ao controle de infecção hospitalar

"Isso vai impactar com certeza e vai reduzir as despesas do sistema de saúde. O que chama a atenção é que isso é uma questão que se dá no médio e longo prazo. São necessários muitos anos de interrupção da sensação do hábito de fumar para que os benefícios se projetem no ponto de vista das estatísticas de saúde pública", disse o ministro, sem citar valores ou fazer estimativas de quanto seria a economia com a lei antifumo paulista, mas revelando que 18% dos casos de câncer são provocados pelo hábito de fumar.

O ministro disse que o governo federal já está estudando propostas semelhantes à de São Paulo para ser implantada em todo o Brasil. Uma delas é de autoria do senador Tião Viana e está em tramitação no Senado.

"São Paulo deu um passo importante e que a gente possa avançar na promoção da saúde", afirmou o ministro ao participar de uma solenidade em São Paulo de inauguração do Centro de Ensino, Treinamento e Simulação do Hospital do Coração (HCor) e do Curso Técnico em Enfermagem, em parceria com o Colégio da Cidadania Zumbi dos Palmares.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos