Amazônia poderá ter a maior enchente dos últimos 50 anos

Lisiane Wandscheer
Da Agência Brasil
Brasília

O sistema hidrográfico dos rios Negro e Solimões, em Manaus, poderá sofrer a maior inundação, desde 1953, quando houve uma cheia histórica recorde, que influencia diretamente toda a bacia amazônica. Naquela época o nível do rio chegou a 29,69 m. A previsão para este ano é que chegue a 29,68 m no mês de junho, quando tradicionalmente ocorre o pico da cheia.

Sem plano de prevenção

O diretor de Regularização Fundiária do Ministério das Cidades, Celso Santos Carvalho, admitiu nesta terça-feira (14) que o governo federal não tem um plano específico para se antecipar às enchentes que deverão atingir a Amazônia nos próximos meses



O alerta foi dado hoje (14) pelo diretor-presidente do Serviço Geológico do Brasil, Agamenon Dantas, durante audiência pública realizada pela Comissão da Amazônia, Integração Nacional e Desenvolvimento Regional da Câmara dos Deputados.

A previsão é feita em três fases: primeiramente, com 75 dias de antecedência, realizada em março, que indica 70% de chance de acerto; depois com 60 dias (que será feita no final de abril) com 87% de probabilidade de acerto e, por fim, com 30 dias de antecedência, o que garante acerto de 95% .

De acordo com Dantas, atualmente o nível dos rios está em 28,10 m. "É importante que estes dados sejam divulgados com antecedência. Caso se confirmem as enchentes será necessário uma preparação de todo o estado, principalmente porque temos a previsão de permanência da cheia por cerca de 60 dias", destacou Dantas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos