Brasil apreendeu 170 toneladas de medicamentos ilegais até março, diz ministério

Do UOL Notícias
Em São Paulo

Mais de 170 toneladas de medicamentos ilegais foram apreendidas no Brasil somente nos três primeiros meses do ano, divulgaram nesta terça-feira (14) o presidente do Conselho Nacional de Combate à Pirataria do Ministério da Justiça, Luiz Paulo Barreto, e o presidente da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), Dirceu Raposo. Em todo o ano de 2008, as apreensões chegaram a 20 toneladas.

Segundo nota do Ministério da Justiça, são considerados ilegais medicamentos que foram tanto produzidos quanto comercializados fora da lei. O ministério também alerta para o crescimento da venda de remédios falsificados ou sem registro por farmácias com situação regularizada, além do comércio de camelôs e pela Internet.

Para Barreto, o consumidor deve ficar atento aos preços praticados pelas farmácias. "Preço muito baixo pode ser um sinal de que aquele produto não é original", afirmou.

Ainda de acordo com o Ministério da Justiça, a maior parte dos medicamentos falsificados vem do Paraguai e da Bolívia e entre eles há drogas usadas para o tratamento de doenças graves como câncer e diabetes.

A Polícia Federal, a Polícia Rodoviária Federal e a Anvisa realizaram 15 operações em conjunto para coibir a circulação de medicamentos ilegais entre janeiro e março. Foram presas 57 pessoas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos