Ex-médico é condenado por morte de paciente que fez lipoaspiração

Sebastião Montalvão
Especial para o UOL
Em Goiânia

O médico cassado Denísio Marcelo Caron, 45, foi condenado hoje a oito anos de prisão, em regime semiaberto pelo homicídio da advogada Janet Virgínia Novaeis Falleiro de Figueiredo, 41 anos. Ela morreu em 5 de janeiro de 2001 em decorrência de complicações após ter se submetido a uma lipoaspiração com Caron. Esse foi o primeiro de uma série de outros julgamentos a que ele deve ser submetido. O médico também foi condenado a pagar uma indenização de R$ 30 mil aos familiares da advogada.

Além do homicídio de Janet, Caron é acusado pelo MP por outras quatro mortes, além de ter provocado lesões em 29 pacientes em Goiás e no Distrito Federal. Apesar da condenação, Caron não foi preso e continuará em liberdade até que todos os recursos sejam julgados. "A legislação dá a ele esse direito, uma vez que até então é primário e contribuiu para o processo", ressaltou Jesseir Coelho, juiz que presidiu a sessão.

  • Divulgação/Aline Caetano - TJGO

    A sessão durou mais de 14 horas e a sentença foi anunciada às 22h30 para um auditório lotado

  • Divulgação/Aline Caetano - TJGO

    O médico também foi condenado a pagar indenização de R$ 30 mil aos familiares da advogada

Caron é acusado pelas mortes da oficial de justiça Flávia de Oliveira Rosa, 23, e Vera Lúcia Teodoro, 39. Em Taguatinga-DF, ele é acusado da morte de Adcélia Martins de Souza e Graziela Murta de Oliveira. "Estou satisfeita, porque essa é a primeira. A condenação vai, de certa forma, trazer conforto para a minha família, para os filhos dela que eram adolescentes na época", disse a mãe de Janet, Clélia Novais. "Sempre acreditamos na justiça dos homens e de Deus", completou Jane Novais de Faleiro, irmã da advogada.

A sessão durou mais de 14 horas e a sentença foi anunciada às 22h30 para um auditório lotado. Além dos parentes da advogada, estiveram presentes familiares das duas vítimas de Brasília. "Ficamos satisfeitas e esperamos que o julgamento pela morte da minha filha seja realizado ainda este ano", disse Tereza Murta, mãe de Grasiela.

"Conseguimos a segunda de muitas vitórias. A primeira foi quando cassaram o registro dele. Impediram ele de matar. Agora veio a primeira condenação. Estou satisfeita", ressaltou a telefonista Maria Martins de Souza, 48, irmã de Adcélia.

Em decorrência das falhas nos procedimentos cirúrgicos, o registro do médico foi cassado em 27 de junho de 2002, pelo Conselho Regional de Medicina de Goiás (CREMEGO). A decisão também foi confirmada por unanimidade em dezembro do mesmo ano pelos integrantes do Conselho Federal de Medicina (CFM).

Os advogados de defesa informaram que vão recorrer. "O nosso cliente está muito decepcionado e se sentindo injustiçado. E nós, da defesa, compartilhamos com esses sentimentos. Vamos recorrer", disse o advogado Rodrigo Lustosa Pinto. A promotoria disse que ficou satisfeita com a sentença. "Esse era o resultado que esperávamos e esperamos que a pena seja cumprida em sua integridade", afirmou o promotor João Teles de Moura Neto.

Histórico das mortes

22 de maio de 2000
A primeira vítima. Vera Lúcia Teodoro, 39 anos, morre, em Goiânia, 24 horas depois de ter feito uma cirurgia de lipoaspiração e plástica nos seios, procedimento feito por Marcelo Caron.

05 de Janeiro de 2001
Morre a advogada Janet Virgínia Figueiredo, 43. Nove dias antes, ela havia se submetido a uma lipoescultura com Caron.

06 de março de 2001
Morre a oficial de Justiça Flávia de Oliveira Rosa, 23, que também havia feito lipoaspiração com o médico.

Na oportunidade, Caron fez um acordo com o Ministério Público de Goiás, comprometendo-se a se afastar das atividades.

29 de janeiro de 2002
Adcélia Martins de Souza, 39 anos, morre durante cirurgia de lipoaspiração e de implante de silicone no Hospital Anchieta, em Taguatinga. Caron fez a operação.

15 de fevereiro de 2002
A universitária Grasiela Oliveira morre após ser internada na UTI do Hospital Santa Helena (DF). Ela estava em coma desde 21 de janeiro, por falência múltipla de órgãos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos