Governo não possui plano de prevenção contra enchente na Amazônia

Da Agência Câmara

O diretor de Regularização Fundiária do Ministério das Cidades, Celso Santos Carvalho, admitiu nesta terça-feira (14) que o governo federal não tem um plano específico para se antecipar às enchentes que deverão atingir a região amazônica nos próximos meses, segundo previsão do Serviço Geológico do Brasil. Carvalho disse que, apesar de os desastres mais comuns na região serem as enchentes, a cobrança antecipada por um plano de socorro "é um problema novo" que será levado ao ministro das Cidades, Márcio Fortes.

Inundação recorde

O diretor-presidente do Serviço Geológico do Brasil, Agamenon Dantas, alertou hoje que o sistema hidrográfico dos rios Negro e Solimões, em Manaus, poderá sofrer sua maior inundação desde 1953. A cheia deve ter impacto sobre toda a bacia amazônica



O diretor participou de audiência pública sobre ações e medidas para enfrentar enchentes em áreas de risco, promovida pela Comissão da Amazônia, Integração Nacional e Desenvolvimento Regional.

"Há uma lacuna no governo federal, nos estados e nas prefeituras, de uma forma geral", declarou Carvalho. "A ação principal de todas as nossas políticas é da prefeitura e, a partir deste momento [a audiência pública], nos foi colocado um desafio, vou levar questão ao ministro, dizer que é um problema novo, que vai acontecer um desastre daqui a dois meses, e ver o que podemos fazer", disse.

Já o diretor do Departamento de Reabilitação e Reconstrução da Secretaria Nacional de Defesa Civil, coronel José Luis D'Ávila Fernandes, classificou a situação como "a crônica de uma morte anunciada" e cobrou de municípios e estados da região a elaboração de planos de contingência para minimizar os riscos das enchentes.

Fernandes afirmou que, apesar de o governo não ter um plano de prevenção específico, as instâncias de defesa civil têm condições de atender prontamente as demandas que forem apresentadas pelas prefeituras.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos