Falta de empregos nas cidades satélites do DF é problema para Brasília, diz geógrafo

Da Agência Brasil

A ausência de postos de trabalho nas cidades satélites do Distrito Federal obriga os moradores a enfrentarem longos deslocamentos para trabalharem no Plano Piloto. Segundo o geógrafo e professor emérito da Universidade de Brasília (UnB), Aldo Paviani, esse é um problema da capital que hoje (21) completa 49 anos.

"Me preocupa muito que o centro tem 65% dos postos de trabalho. As pessoas têm que se descolar grandes distâncias para trabalhar, e a cidade [satélite] não tem a relativa autonomia", disse Paviani em entrevista à Rádio Nacional.

Na avaliação do geógrafo, há atualmente uma "periferização da população empobrecida". "Isso acaba constrangendo quem vê o Plano Piloto como sendo um centro de primeiro mundo e as satélites tendo aspectos sociais graves", afirma, Paviani, organizador de livros sobre a capital.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos