Bebê sobrevive em cadeirinha após carro arrastá-lo por 1 km durante assalto em Maceió

Carlos Madeiro
Especial para o UOL Notícias
Em Maceió

Um bebê de três meses escapou com vida após ser sequestrado, jogado pela porta do carro e arrastado preso à cadeira especial em que estava por mais de um quilômetro durante um assalto na noite desta quinta-feira em Maceió (AL).

  • Tudo na Hora

    Cadeirinha salvou o bebê após assalto a carro em Maceió

A ação dos criminosos aconteceu por volta das 19h30, na avenida Sandoval Arroxelas, uma das mais movimentadas do bairro da Ponta Verde, orla marítima da capital alagoana e área nobre da cidade. Estavam no carro a mãe, a avó e o bebê.

O carro foi abordado por três homens armados quando chegava ao prédio onde as duas mulheres e o bebê moram. Os assaltantes obrigaram a mãe e a avó a descerem do veículo, mas não perceberam a presença do bebê no banco de trás.

Durante a fuga, segundo testemunhas, os criminosos se deram conta da presença da criança, abriram a porta e arremessaram a cadeira com o bebê, que ficou presa ao cinto de segurança.

Aparentemente sem notar que arrastavam a criança, os assaltantes dirigiram em alta velocidade pelas principais avenidas do bairro. Como estava preso ao cinto da cadeira, o bebê ficou ferido, mas sobreviveu ao incidente.

Segundo testemunhas, a mãe e a avó tentaram avisar aos ladrões sobre o bebê dentro do carro, sem sucesso. "Eles pareciam drogados. Deu para ver que eram jovens", afirmou uma das testemunhas, que preferiu não se identificar.

A fuga dos bandidos chamou a atenção dos motoristas, motociclistas e pedestres. Mesmo alertados pelas buzinas e acenos, os assaltantes seguiram para a avenida que fica à beira-mar e é o principal ponto turístico da capital alagoana. Os criminosos chegaram a ser perseguidos por um motociclista, que avisava da criança presa ao cinto.

Ao pararem em um sinal de trânsito, e ao notarem a criança ainda presa ao carro, os três homens deixaram o veículo e fugiram a pé. Em poucos minutos, o local ficou cheio de curiosos, que acionaram a Polícia Militar e o socorro médico.

O bebê sofreu arranhões e ficou com hematomas nos braços, pernas e rosto. A cadeira ficou com as marcas de sangue da criança. Ele foi levado por uma equipe do Samu para a Santa Casa de Misericórdia de Maceió. Após ser medicado, passou por exames físicos e neurológicos e não corre risco de morrer.

A mãe da criança só soube da libertação e ferimentos do filho após o resgate e também precisou de atendimento médico ao chegar ao hospital. O pai da criança prestou depoimento ainda na noite de ontem na Delegacia de Plantão 3. Nenhum familiar quis conversar com os jornalistas. A polícia não conseguiu prender os assaltantes.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos