Operação desmantela esquema de fraude em declarações do Imposto de Renda

Wellton Máximo
Da Agência Brasil

Operação conjunta da Polícia Federal, Receita Federal e do Ministério Público Federal desbaratou nesta quarta-feira (29) esquema de fraudes em declarações do Imposto de Renda da Pessoa Física. Agentes e fiscais cumpriram mandado de busca e apreensão em um escritório de contabilidade em Brasília.

De acordo com os investigadores, os responsáveis pelo escritório prometiam ampliar o valor das restituições ou diminuir o valor do imposto a pagar, inserindo informações falsas nas declarações. Os responsáveis pelo escritório apresentavam-se como assessores tributários e cobravam R$ 150 por atendimento e 20% após o pagamento da restituição.

Com o material apreendido, os investigadores pretendem identificar os beneficiários do esquema. Entre as pessoas que receberam restituições indevidas, segundo a Receita, estão servidores públicos.

Agora, os contribuintes que se favoreceram com a fraude terão de comprovar à Receita os dados informados na declaração. Em caso de divergência, o imposto será novamente lançado e será cobrada multa de até 225% do imposto omitido.

Os beneficiários também estão sujeitos a sanções penais. Segundo a Receita, fraudes semelhantes em todo o país provocaram perdas de R$ 34 milhões para os cofres públicos nos últimos cinco anos.

Conforme o balanço mais recente do órgão, 21.431.736 pessoas enviaram a declaração do Imposto de Renda até as 17h de hoje. Isso representa 85% dos 25 milhões de contribuintes que devem declarar o imposto neste ano. O prazo para a entrega termina à meia-noite de amanhã (30). Nesta madrugada, o sistema de transmissão dos formulários ficará fora do ar das 4h às 5h.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos