SP, RJ e MG monitoram passageiros dos mesmos voos dos infectados pela gripe suína

Do UOL Notícias Em São Paulo

Unidades de vigilância em saúde de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais monitoram ou monitoraram todos os passageiros que viajaram nos mesmos voos das quatro pessoas que foram infectadas pela gripe suína (H1N1).

Em São Paulo, o acompanhamento está sendo realizado pelos centros de vigilância epidemiológica (CVEs) dos municípios em que residem os passageiros que viajaram nos mesmos voos dos dois homens que foram infectados com a gripe suína, segundo informações do CVE Estadual.

O primeiro infectado, de 24 anos, viajou no dia 22 de abril da Cidade do México para São Paulo e teve os primeiros sintomas da gripe suína no dia 24. O outro, de 48 anos, embarcou de Orlando, nos EUA, para a capital paulista no dia 28 de abril e apresentou os primeiros sintomas no dia 29. Ambos foram tratados pelo Hospital Emílio Ribas e estão curados.

O CVE do Estado, vinculado à Secretaria de Saúde do Estado, recebeu uma lista da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) com os dados dos passageiros. O órgão repassou a lista para os CVEs municipais, que monitoram os passageiros por telefone.

Rio e Minas
No Rio de Janeiro, a Anvisa repassou as informações dos passageiros para o Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs) do município, de acordo com o próprio Cievs, que faz o monitoramento por telefone. O único infectado do Estado esteve no México, em Cancún, e fez uma escala na Cidade do México, antes de chegar ao Rio no último sábado.

O paciente, de 21 anos, passa bem, mas ficará internado por até 10 dias (tempo de transmissibilidade do vírus) no Hospital Universitario Clementino Fraga Filho, da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro).

Já em Minas Gerais, o paciente infectado é uma mulher que visitou o México entre 22 e 27 de abril e sentiu os primeiros sintomas no dia 26. Ela ficou internada no Hospital das Clínicas da UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) e em isolamento domiciliar até quarta-feira, mas não sente mais os sintomas da gripe suína.

Os passageiros que viajaram com ela no mesmo voo estão sendo monitorados pela Subsecretaria Estadual de Vigilância em Saúde, órgão vinculado à Secretaria Estadual de Saúde, que recebeu da Anvisa a lista das pessoas que estiveram no voo. Uma empresa de call center, contratada pela secretaria, mantém contato com os passageiros.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos