Temporão diz que situação no Brasil é de tranquilidade e de muito trabalho

Paula Laboissière
Da Agência Brasil
Em Brasília

O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, afirmou hoje (12) que a situação no Brasil em relação à gripe suína é de "tranquilidade" e de "muito trabalho". Os casos confirmados no país permanecem em oito, além de 32 suspeitos e 39 em monitoramento.

"A situação não mudou, o que caracteriza a situação brasileira como de transmissão limitada. A estratégia continua a mesma", disse, após audiência pública no Senado.

Temporão voltou a ressaltar que o risco provocado por automedicação em casos de suspeita da doença é "absurdo", uma vez que o uso inadequado pode expor o vírus H1N1 a mutações e torná-lo mais resistente a medicamentos. "Essa é a única arma que temos", disse.

O ministro lembrou que na próxima segunda-feira (18) estará em Genebra para a Assembleia Mundial da Saúde e que o encontro deve ser pautado pelo quadro de gripe suína no mundo.

Para ele, ainda é "prematuro" afirmar que o vírus vai sofrer uma mutação e mudar de padrão. O que se percebe atualmente, segundo o ministro, é que, diferentemente do registrado algumas semanas atrás, a maioria das pessoas com a doença apresenta quadro clínico leve ou moderado.

"São poucas as pessoas que evoluem para uma complicação como a pneumonia. Mas ainda que esse seja o padrão hoje, não podemos afirmar que em dois ou três meses ele vai se manter."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos