Chuvas voltam a castigar Alagoas e provocam a morte de duas crianças

Carlos Madeiro
Especial para o UOL Notícias
Em Maceió

Depois de 12 dias de trégua, as chuvas voltaram a castigar o Estado de Alagoas na manhã desta quarta-feira (13) e fizeram mais duas vítimas. Na madrugada, duas crianças - de quatro e seis anos - morreram soterradas no município de Barra de São Miguel, a 42 km de Maceió. Além das mortes, três pessoas também ficaram feridas por conta do deslizamento e foram socorridas pelas equipes de resgate. Com isso, subiu para seis o número de mortes em Alagoas no mês de maio. No dia 1º, quatro óbitos foram registrados: três em Maceió e um em Coqueiro Seco, na região metropolitana da Capital.

De acordo com a sargento Luciclaide, as vítimas desta madrugada dormiam quando a barreira desabou em cima da casa onde moram. "Tivemos cinco vítimas socorridas. Além das duas crianças, já encontradas mortas, tivemos mais dois feridos graves, que foram levados até o Hospital Geral do Estado. Um foi atendido no local, e foi liberado", informou. As duas crianças mortas eram as irmãs Daniela Jacó da Silva, de 4 anos, e Francisco Jacó da Silva, de 6.

Ainda segundo o Corpo de Bombeiros, mais duas pessoas ficaram feridas no município de Satuba, na região metropolitana de Maceió, onde um carro caiu em um rio. Eles foram resgatados com vida e também receberam atendimento no local do acidente.

As chuvas também provocaram falta de energia em seis municípios do Estado. De acordo com a Companhia Energética de Alagoas (Ceal), as cidades de Cacimbinhas, Dois Riachos, Maravilha, Poço das Trincheiras, Ouro Branco e Santana do Ipanema estão sem energia por conta de uma queda em linhas de transmissão.

Chuva forte não era esperada em Maceió
De acordo com a Defesa Civil de Maceió, até as 8h30 foram registradas 32 ocorrências. "Infelizmente a previsão do tempo foi totalmente imprevista. Não esperávamos tanta chuva, e pedimos calma à população. Vamos atender primeiro os casos mais graves. Estamos com mutirão com órgãos da prefeitura para atender à população", afirmou o Coronel Almeida, coordenador da Defesa Civil.

Na capital, dezenas de deslizamentos de encostas foram registrados e pelo menos oito casas desabaram. Os casos mais graves aconteceram na Vila Emater, onde seis casas foram atingidas por uma barreira. Ninguém ficou ferido.

Você Manda

Envie fotos ou vídeos das chuvas no Nordeste do país

A única ferida em Maceió até o momento foi uma mulher, na Grota Santa Helena, onde outra casa desabou. Ela foi atendida no local com escoriações, mas foi liberada. Outra casa também desabou no Vale do Reginaldo.

Por conta da chuva, a CBTU (Companhia Brasileira de Trens Urbanos) suspendeu parte da viagem dos trens que fazem a linha Rio Largo-Maceió. O trânsito também está lento nas principais avenidas da capital alagoana. Segundo a Ceal, cinco bairros estão sem energia.

Previsão é de mais chuva
O professor Luis Carlos Molion, chefe do Departamento de Meteorologia da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), afirma que a chuva deve continuar durante toda esta quarta-feira. "Por sorte, a maioria das chuvas está no oceano. Se essa quantidade de água caísse em Maceió estaríamos vivendo um caos sem tamanho. Teremos tempo instável durante os próximos dias. Maio deve ser o mais chuvoso do ano", disse.

Nove mortes no Maranhão
Subiu para nove o número de mortes devido às enchentes no Maranhão, após os bombeiros localizarem, na tarde de ontem, o corpo de uma mulher que havia desaparecido em Trizidela do Vale, na região central do Estado.

Esta era a segunda vítima que estava desaparecida desde o último domingo, depois de a canoa em que ela estava virar no Rio Mearim, em Trizidela do Vale, segundo a Defesa Civil Estadual. O corpo de um homem de 52 anos, que também estava na canoa, foi encontrado na tarde de segunda-feira.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos