"Temos que nos preparar para a maior seca dos últimos tempos", diz ruralista do Pantanal

Elisa Estronioli
Do UOL Notícias
Em São Paulo

Ricardo Lins de Barros, diretor do Sindicato Rural de Corumbá (MS), diz que a perspectiva da estiagem na região do Pantanal no Mato Grosso do Sul "vai atrapalhar, mas ainda não está atrapalhando a produção". "Mesmo assim, nós temos que nos preparar, porque sabemos que vai ser a maior seca dos últimos tempos".

  • Arte UOL
Barros diz que o sindicato já fez um alerta a seus associados: "Quem não tiver açude ou tanque australiano (artefato de captação de água subterrânea) vai ter perda de gado. O pico vai ser em agosto, setembro. O prejuízo pra pecuária ainda vai acontecer. Temos experiência que os anos secos são de muito frio, e isso mata gado."

Apesar do alarme, Barros afirma que, de modo geral, a seca é boa para os pecuaristas da região, em especial nas áreas mais baixas do Pantanal, porque aumenta a área disponível para as pastagens.

O mesmo não ocorre para quem vive da pesca na região. A pesquisadora da Embrapa Emiko Kawakami de Resende avalia que o Pantanal terá menor quantidade de peixes neste e nos próximos anos, por causa da baixa cheia dos rios. O pesquisador Ivan Bergier explica que, quanto menor o nível das águas, menos são as áreas para reprodução dos peixes.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos