Burocracia emperra recursos para recuperação de SC, diz governador

Camila Rodrigues
Especial para o UOL Notícias
Em Florianópolis

Ao lado do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o governador de Santa Catarina, Luiz Henrique da Silveira (PMDB), afirmou nesta quinta-feira (14), que a burocracia da Caixa Econômica Federal e do Ministério das Cidades está dificultando o fluxo de recursos do governo federal às vitimas das enchentes do final do ano passado. A tragédia que devastou o Estado há cerca de seis meses deixou um saldo de 135 mortos.

"O fluxo [de dinheiro] está seguindo normalmente. Temos só um problema que é uma exigência da Caixa Econômica Federal e do Ministério das Cidades de só liberar recurso para reconstrução das casas que tiverem escritura completa. Mas o presidente vai ajudar, nisso, né, presidente? E, assim, o fluxo vai seguir normalmente", disse Silveira, em direção ao presidente. Lula não comentou a declaração.

Ambos participaram na noite de hoje da abertura da 9ª Conferência Global sobre Viagens de Turismo, em Florianópolis (SC).

Em novembro, o presidente assinou uma medida provisória liberando R$ 1,6 bilhão para o Estado de Santa Catarina e outras regiões atingidas pelas chuvas. Também foi feito um aporte de R$ 370 milhões para o governo do Estado catarinense por meio de títulos públicos.

Questionado sobre o envio de ajuda aos Estados da região Sul devido ao recente problema de estiagem, Lula se esquivou e afirmou que "com as chuvas que começaram hoje [na região], parece que a seca não vai precisar tanto do dinheiro federal".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos