Secretário diz que não tem para onde levar 1,2 mil internos de presídio interditado do ES

Luciana Lima
Da Agência Brasil
Em Brasília

O secretário de Justiça do Espírito Santo, Ângelo Roncalli, informou nesta segunda-feira (25) que a decisão judicial de interditar a Casa de Custódia de Viana é para ser cumprida, mas que o governo do Espírito Santo não tem para onde mandar os mais de 1.200 internos que estão na unidade. "Não temos como retirar 1.236 presos que estão lá (Cascuvi) hoje. Não há essa possibilidade. Nem em 15 dias temos condições de retirar. É preciso lembrar que todo dia se prende gente e que todo dia o gestor prisional tem que receber", disse.

Roncalli voltou a dizer que pretende demolir a Cascuvi após a inauguração de três unidades menores com capacidade para abrigar, juntas, pouco mais de 430 presos. "Decisão judicial, nós temos como princípio cumprir. Com relação ao plano para desativar a Cascuvi, esperamos que seja concluído o processo jurídico para não exigência de licitação para a construção dessas unidades, que seriam entregues em seis meses. Vencida essa fase, a obra será contratada e eu espero que no máximo em 15 dias", informou.

O restante dos presos seria transferido até julho de 2010 com a construção de mais três unidades. Elas criariam mais 874 vagas. "Isso é o que é possível construir naquela área. Temos um problema de espaço físico", afirmou.

O secretário reclamou que não foi convidado oficialmente para participar da audiência pública e que o governo do Espírito Santo ainda não recebeu o relatório, assinado por Schecaira, que serviu de base para que o CNPCP solicitasse a intervenção federal no estado. "Queremos receber esse relatório oficialmente até para darmos uma resposta ao CNPCP", disse o secretário que pretende participar no início de junho da reunião do CNPCP, em Brasília.

O relatório denuncia o esquartejamento de presos, indícios de tortura, más condições da Cascuvi e a guarda de internos em contêineres no Presídio de Novo Horizonte em Serra, na região metropolitana de Vitória.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos