Grito da Terra pede mais recursos para agricultura familiar

Danilo Macedo
Da Agência Brasil
Em Brasília

A Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag) reuniu nesta terça-feira (26), em Brasília, cerca de 5 mil agricultores de todo o país, no 15º Grito da Terra. A principal reivindicação dos manifestantes é a destinação R$ 22 bilhões para o Plano Safra 2009/2010. Eles querem também maior rapidez no processo de regularização fundiária.

De acordo a assessora da Contag, com Maria Cavalcante, dos R$ 13 bilhões disponibilizados nesta safra para a agricultura familiar, somente R$ 9 bilhões foram aplicados, por problemas na regularização de terras e registro das reservas legais. Como os recursos não foram gastos totalmente, ela disse que o governo fez uma proposta de menos recursos para a próxima safra.

"Eles já fizeram três propostas que não aceitamos e, amanhã (27), o presidente Lula ou os ministros Luiz Dulci [da secretaria-geral da Presidência da República] e Guilherme Cassel [do Desenvolvimento Agrário] vão nos receber para apresentar uma nova proposta", afirmou Maria. Segundo ela, as negociações começaram no dia 13 de maio. O governo havia prometido anunciar o Plano Safra 2009/2010 até o início de junho.

Além dessa questão que consideram mais urgente, os milhares de manifestantes que viajaram de ônibus, alguns até dois dias, até Brasília, pedem a ampliação de programas de valorização da agricultura familiar, como o Programa nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) e o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA).

Ao som de músicas, cujas letras foram especialmente compostas para falar dos temas defendidos pelos trabalhadores rurais, e com a apresentação de teatro de fantoches, os agricultores criticaram, na manifestação, o plantio de alimentos transgênicos e também defenderam a preservação ambiental.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos