Detran do Paraná poderá prender motoristas com carteira suspensa

Lúcia Norcio
Da Agência Brasil
Em Curitiba

A polícia do Paraná poderá prender a partir de hoje (28) motoristas que tiveram a carteira de motorista suspensa e que não entregaram o documento ao Departamento de Trânsito do Paraná (Detran-PR) até dois dias depois da notificação. Segundo a Secretaria de Segurança Pública, o motorista será preso em flagrante pelo crime de desobediência, conforme a norma assinada pelo secretário Luiz Fernando Delazari.

Cerca de 100 mil notificações de suspensão da CNH já foram emitidas. De acordo com a resolução 203/09, qualquer infrator poderá receber a visita de policias militares em casa para o encaminhamento à delegacia mais próxima. Caso haja resistência, ele será preso em flagrante por desobediência, podendo cumprir pena de até seis meses.

De acordo com a secretaria, há 3,9 milhões de pessoas habilitadas no Estado Paraná. Até abril deste ano, o Detran aguardava o cumprimento de pouco mais de 112 mil notificações de suspensão de carteira, enquanto aproximadamente 139,5 mil motoristas cumprem suspensão.

A orientação da Secretaria de Segurança Pública do Paraná é de que os motoristas com a carteira de habilitação suspensa procurem o Detran o mais rápido possível.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos