PM ocupa acessos de favela no Rio depois de confronto entre traficantes e milicianos

Flávia Villela
Da Agência Brasil
No Rio de Janeiro

Um confronto entre traficantes de drogas e milicianos na madrugada de hoje (12) assustou os moradores de duas favelas da Água Santa, na zona norte do Rio. Foram cinco horas de tiroteio. Segundo a Polícia Militar (PM), os traficantes são do Morro dos Macacos, em Vila Isabel, e tentavam retomar os pontos de venda de drogas no Morro do Dezoito, em Água Santa, agora sob o controle de milícias.

Cerca de 80 policiais militares ocupam os principais acessos da favela, com o apoio de um carro blindado. Moradores informaram aos policiais sobre a existência de corpos na mata, mas ainda não foram identificadas vítimas do confronto.

Na tarde de ontem (11), dois policiais militares do 22º Batalhão da PM (Maré) e cinco suspeitos de envolvimento com o tráfico de drogas morreram durante troca de tiros na Vila dos Pinheiros, no Complexo da Maré, zona norte. O confronto ocorreu durante uma operação no local, após denúncia de que traficantes fortemente armados estariam reunidos na Vila dos Pinheiros. Quatro fuzis e uma pistola foram apreendidos e os policiais permanecem no local.

Há cerca de 15 dias, bandidos da favela Baixa do Sapateiro, também no Complexo da Maré, invadiram a Vila dos Pinheiros, provocando a morte de três pessoas e deixando oito feridos. O confronto durou uma semana e cerca de 7.000 alunos de escolas e creches da região ficaram sem aulas durante esse período. Desde então, o clima é tenso na região e os tiroteios constantes, segundo moradores.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos