Justiça condena Supervia a indenizar passageiro que foi expulso de trem

Do UOL Notícias
Em São Paulo

A Justiça do Rio de Janeiro condenou a Supervia em segunda instância a pagar indenização de R$ 8.300 a um passageiro que foi expulso do trem por um segurança em janeiro de 2007. A concessionária é responsável pelo funcionamento da malha ferroviária urbana no Rio. Ainda cabe recurso à decisão.

No dia em que aconteceu o abuso, o passageiro embarcou no trem em um horário de fluxo intenso, e após passar pela estação Deodoro, as portas do vagão permaneceram abertas por um defeito no mecanismo. Segundo nota do Tribunal de Justiça do Rio, o usuário foi acusado de prender a porta com uma pedra por um segurança da estação Madureira, e em seguida expulso da composição aos gritos pelo funcionário da Supervia.

O segurança teria ordenado ao passageiro que saísse do trem apesar de os outros usuários terem afirmado que a porta não fechava por um defeito mecânico.

O relator do processo considerou que a concessionária causou "humilhações e constrangimentos que fogem à normalidade".

No começo da semana, a Supervia foi condenada a pagar indenização de R$ 15 mil a uma passageira que caiu ao desembarcar do trem e sofreu uma fratura na perna direita.

Em abril, a Justiça determinou que a concessionária seja multada em multada em R$ 20 mil por cada trem que circular com as portas abertas. No mesmo mês, três ex-funcionários da empresa foram indiciados por crime de lesão corporal e constrangimento ilegal por agredir usuários do sistema com socos e chicotadas durante greve dos ferroviários.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos