Ministério diz que 95,76% das agências do INSS estão funcionando; grevistas divulgam números diferentes

Do UOL Notícias
Em São Paulo

O Ministério da Previdência Social informou em nota oficial que 95,76% do total de Agências da Previdência Social (APS) do país estão em funcionamento - o que representa 1.063 unidades - após quatro dias de greve dos servidores.

Desse número, 905 (81,53%) agências funcionaram normalmente, 158 (14,23%) tiveram o atendimento parcial (com pelo menos um servidor parado), e em duas a paralisação foi total. O ministério informou, ainda, que não obteve informações de 45 APS, inclusive das 13 agências de Rondônia, onde hoje é feriado estadual.

A Fenasps (Federação Nacional dos Sindicatos de Trabalhadores em Saúde, Previdência e Assistência Social) nega a informação do ministério e diz que 16 Estados mais Distrito Federal aderiram à greve, com os seguintes percentuais de paralisação: Santa Catarina (65%), São Paulo (60%), Paraná (60%), Rio Grande do Sul (65%), Rio Grande do Norte (60% na capital), Piauí (65%), Minas Gerais (70%), Espírito Santo (55%), Rio de Janeiro (70%), Ceará (sem percentual), Pará (70%), Bahia (70%), Mato Grosso do Sul (80%), Paraíba (60%), Maranhão (só na agência Imperatriz), Amazonas (70%) e o Distrito Federal (65%).

De acordo com a assessoria de imprensa da Fenasps, duas agências no Rio Grande do Sul, três no Pará e a maioria da zona sul do Rio de Janeiro entraram em greve nesta sexta-feira (19). No Pará, em protesto, chefes de postos entregaram o cargo após o ministro Og Fernandes, do STJ (Superior Tribunal de Justiça), determinar o pagamento de multa de R$ 100 mil para cada dia de greve e ter decidido que o movimento é ilegal e abusivo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos