Senador do Amazonas ameaça retirar projeto que unifica fuso horário no país

Maurício Savarese
Do UOL Notícias
Em São Paulo

Autor do projeto de lei que visa unificar os horários no país, o líder tucano no Senado, Arthur Virgílio (PSDB-AM), afirmou nesta sexta-feira que pode desistir da proposta para atender reivindicações de eleitores e para protestar contra alterações feitas no texto original.

Na terça-feira, a proposta de Virgílio foi aprovada pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado, e agora aguarda votação na Comissão de Relações Exteriores e Defesa da Casa altere seu texto. O projeto prevê que os horários de Amazonas, Acre, Rondônia, Roraima, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Fernando de Noronha serão os mesmos do resto do Brasil. Hoje o país tem três fusos diferentes.

Virgílio reagiu mal a uma emenda apresentada pelo senador Tião Viana (PT-AC), que propõe que todo o Brasil siga o horário do Acre, hoje com uma hora a menos que Brasília.

"Se a proposta do senador Tião for mantida no texto que enviei, eu vou retirá-lo", disse Virgílio em entrevista ao UOL Notícias. "Mas também tenho de ouvir às pessoas, não quero que se sintam prejudicadas. Eu preciso delas para fazer o meu mandato e não posso levar adiante algo de que muitas delas discordem, embora acredite nos benefícios econômicos que a união poderia trazer."

Virgílio, que deve tentar renovar seu mandato de oito anos nas eleições de 2010, também diz sofrer pressões de moradores de cidades menores do Amazonas, que não confiaram na possibilidade de melhoria de integração econômica com o resto do país que ele caso a medida fosse adotada.

O senador afirmou que recebeu e-mails e telefonemas de pessoas que alertaram sobre dificuldades para as crianças irem à escola pela manhã. Ainda estaria escuro demais, o que atrapalharia quem vive em comunidades isoladas e depende de barcos para o deslocamento. Outra reclamação diz respeito ao temor de um crescimento nos índices de criminalidade.

O QUE VOCÊ ACHA DA MUDANÇA?

Para o senador, no entanto, a medida traria benefícios importantes. "Horário único facilita para operações na Bolsa de Valores, por exemplo. Notícias, você tem na mesma hora", comentou.

O tucano negou que poucos colegas tenham demonstrado interesse em unificar os horários em todo o país, apesar de, segundo ele mesmo, não haver consenso sobre o assunto nas bancadas dos Estados que seriam incluídos na medida.

"O senador Delcídio Amaral (PT-MS) gostou da idéia. Fundamento econômico, existe. Mas vamos levar em conta a questão dessas pessoas que se sentiriam prejudicadas", afirmou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos