Terceiro colégio em São Paulo antecipa férias por causa da gripe suína

Do UOL Notícias* Em São Paulo

Atualizado às 18h16

Mais uma escola de São Paulo antecipou as férias de julho por causa da gripe suína. O colégio Palmares, localizado em Pinheiros, na zona oeste de São Paulo, antecipou para amanhã (23) o recesso, inicialmente previsto para 30 de junho.

De acordo com a secretaria do colégio, um aluno da oitava série contraiu a doença durante viagem para a Argentina neste último feriado de Corpus Christi.

Escolas antecipam férias devido à gripe


O colégio é o terceiro da capital paulista a antecipar as férias por causa da doença. O Colégio Magno, localizado no bairro Jardim Marajoara, zona sul, anunciou ontem a antecipação das férias após dois alunos apresentarem sintomas da gripe suína. Na sexta-feira (19), a escola Pueri Domus, também na zona sul, anunciou a antecipação do recesso escolar devido a dois casos da doença.

Em Belo Horizonte, o colégio Marista Dom Silvério também suspendeu as aulas de uma classe após a confirmação da doença em dois alunos de 8 anos e uma professora.

Outras 19 crianças da mesma idade e que mantiveram contato com o primeiro estudante infectado pelo vírus também apresentaram sintomas da doença e estão sendo monitoradas em casa, segundo a Secretaria da Saúde do Estado de Minas Gerais.

240 casos confirmados
O Ministério da Saúde informou na tarde desta segunda-feira (22) que foram confirmados 25 novos casos de infecção pelo vírus da gripe suína no Brasil. Com as novas confirmações, o número de casos no país subiu para 240.

Especialistas atribuem o salto no número de casos a uma combinação de baixas temperaturas com a volta do feriado de Corpus Christi e à disseminação do vírus A (H1N1) no Chile e na Argentina. Entre os países do Hemisfério Sul, o Chile já tem 4.315 casos de gripe suína e a Argentina, 1.118.

Segundo o infectologista e diretor do Instituto Emílio Ribas, David Uip, o aumento no número de casos já era esperado. "Como estamos no início do inverno e voltando do feriado de Corpus Christi, em que muitas pessoas viajaram para a Argentina, acreditávamos que isso pudesse acontecer", disse.

O infectologista Caio Rosenthal, do Emílio Ribas, afirma que a chegada do inverno no Hemisfério Sul deve favorecer o aparecimento de novos casos de gripe suína. "Todo tipo de gripe se torna mais prevalente nessa época do ano, e com o A(H1N1) não é diferente", disse. "Como as pessoas não têm anticorpos para esse vírus, quem tiver contato com alguém infectado vai pegar."

*Com informações da 'Folha Online' e da 'Agência Estado'

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos