PF se prepara para cumprir reintegração de posse de prédio da Funasa em Manaus

Do UOL Notícias
Em São Paulo

A Polícia Federal está finalizando os preparativos para cumprir a reintegração de posse do prédio da Funasa (Fundação Nacional de Saúde) em Manaus, mas não informou quando será a ação. Segundo o superintendente regional da corporação, Sérgio Fontes, um grupo de 300 a 400 indígenas invadiu o local. Entre os invasores, cerca de cem são crianças.

CGU pune funcionários da Funasa por irregularidades

O "Diário Oficial" da União publicou em sua edição desta terça-feira portarias assinadas pela CGU (Controladoria-Geral da União) que aplicam punições a nove dirigentes e servidores da Funasa, envolvidos em irregularidades na contratação de empresas


Fontes disse que acredita no "bom senso" para acabar com o impasse, apesar de os índios terem feito barricadas com pneus e carros em frente ao prédio e ameaçarem colocar fogo na construção.
"A gente espera contar com a boa vontade, com o bom senso para resolver a situação", afirmou o superintendente. "Não estou convencido de que será necessário o uso da força, até por haver crianças no local."

Os índios pedem a saída de Radamésio Velasques de Abreu da diretoria do Distrito Sanitário Especial Indígenas (Dsei) de Manaus, segundo informação da Funasa em Brasília. Uma decisão judicial havia determinado que a desocupação do prédio na capital amazonense deveria ocorrer até as 16h de ontem (22).

De acordo com a assessoria de comunicação da Funasa em Brasília, as atividades da entidade no Amazonas estão "completamente paralisadas". O chefe de Assessoria de Comunicação e Educação em Saúde da fundação disse na segunda-feira que a entidade não irá negociar com os indígenas enquanto o prédio estiver ocupado.

Os manifestantes invadiram o local no último dia 8.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos