Brasil não incomoda como produtor, e sim como rota para o tráfico, diz secretário

Cláudia Andrade
Do UOL Notícias
Em Brasília

O secretário nacional de Políticas sobre Drogas, Paulo Roberto Uchôa, afirmou nesta quarta-feira (24) que o Brasil "não incomoda o mundo" em termos de produção de droga, mas sim como país de trânsito para o tráfico.


A afirmação foi feita durante o lançamento do Relatório Global sobre Drogas 2009 da ONU (Organização das Nações Unidas), em Brasília. "O Brasil não incomoda o mundo em termos de produção. Incomoda, sim, por ser um país de trânsito de drogas e, para o tráfico, é um excelente país de trânsito. Todos sabemos disso porque temos fronteira com os três maiores produtores do mundo de cocaína. O que dá uma fronteira enorme de 9.000 km para cuidar", declarou.

Para ele, isso mostra "a necessidade da intensificação e da seriedade com que temos que encarar esse problema".

O secretário destacou ainda que o Brasil "está plenamente de acordo" com os compromissos internacionais de combate ao tráfico e, no plano legislativo interno, "tem uma lei sobre drogas atual, que representa a vontade da sociedade".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos