Quatro PMs são indiciados por homicídio após desaparecimento de engenheira no Rio

Do UOL Notícias*
Em São Paulo

Atualizado às 16h36

A Delegacia de Homicídios do Rio de Janeiro indiciou quatro policiais militares acusados de envolvimento no desaparecimento da engenheira Patrícia Amieiro Franco. A acusação é de homicídio. Outros dois policiais responderão por ocultação de cadáver.

A engenheira desapareceu no dia 14 de junho do ano passado. Ela voltava de carro de uma festa na Urca pelo túnel do Joá quando, na saída da via, o veículo caiu no canal de Marapendi, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio. Os policiais que estavam baseados em uma viatura no local contaram que ela se acidentou e o corpo teria caído na água e desaparecido.

Segundo nota da Polícia Civil do Rio, o diretor do Instituto de Criminalística Carlos Éboli ( ICCE), Sérgio da Costa, disse que o laudo pericial apresentava indícios suficientes para incriminar os PMs que estavam na Estrada do Joá na noite em que Patrícia desapareceu. Exames das balas que foram disparadas contra o carro da engenheira também mostraram que as armas utilizadas no crime eram compatíveis com as dos policiais de plantão.

"O laudo assinado por dez peritos apresenta um conjunto de provas que o carro foi alvejado por três tiros ainda na saída do túnel. É praticamente impossível que o corpo tenha sido projetado para frente. Se isso aconteceu o corpo deveria estar na estrada e não dentro do canal", disse o diretor do ICCE, em nota oficial.

Ainda segundo a Polícia Civil, o veículo que Patrícia dirigia sofreu diversas alterações no local do crime, com o objetivo de ocultar provas.

De acordo com o delegado substituto de Homicídios, Ricardo Barbosa, o motivo para os disparos contra a engenheira será relevado durante instrução processual. "Foi confirmado que eles atiraram, mas eles negam tudo. As investigações apontam que dois teriam efetuado os disparos porque são calibres diversos", disse Barbosa.

*Com informações da Agência JB e Folha Online

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos