Motoristas de ônibus e cobradores fazem terceira paralisação do mês em Florianópolis

Do UOL Notícias*
Em São Paulo

Motoristas de ônibus e cobradores iniciaram na manhã desta terça-feira (30) uma greve na Grande Florianópolis por tempo indeterminado. É a terceira paralisação neste mês. Os trabalhadores reclamam do impasse na negociação salarial entre patrões e empregados do setor. As informações são do "Diário Catarinense".

Em reunião ontem, representantes da Prefeitura de Florianópolis, trabalhadores, empresários e Ministério Público do Trabalho, as partes não chegaram a um consenso. A prefeitura manteve a proposta de reajuste de 7% e a alteração no vale-alimentação para R$ 310. A greve deve atingir pelo menos 200 mil pessoas por dia.

Ficou determinado que o sindicato da categoria (Sintraturb) manteria uma frota mínima nas ruas (50% dos veículos em horários de pico e 20% nos demais horários) para cumprir decisão judicial.

Entretanto, por volta das 11h de hoje, o sindicato patronal (Setuf) convocou os trabalhadores a retornarem ao trabalho já que não havia empregados para manter a frota mínima, como estipulado. O sindicato afirmou que, caso a determinação não seja cumprida, haverá contratações emergenciais para substituir os grevistas.

A assessoria do Sintraturb disse que as empresas estão fazendo "jogo de cena" e não mantêm a frota mínima porque "não querem". O sindicato dos trabalhadores alega que precisaria de uma lista de funcionários para montar uma escala de trabalho, o que não teria sido providenciado pelas empresas.

* Com informações do "Diário Catarinense"

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos