Prefeitura de Pilar (AL) cancela shows e decreta luto pelas mortes em festa junina

Carlos Madeiro
Especial para o UOL Notícias
Em Maceió

(texto atualizado às 17h51)

O município de Pilar, região metropolitana de Maceió, decretou hoje (30) luto oficial de três dias em homenagem aos cinco mortos nesta segunda-feira (29) à noite durante um casamento matuto (celebração festiva típica do São João nordestino). A prefeitura também cancelou o restante das comemorações referentes aos festejos juninos.

Entre as vítimas, que foram atropeladas por três caminhões e um ônibus, estão dois adolescentes de 13 e 14 anos de idade. Todas foram levadas ao IML (Instituto de Medicina Legal) de Maceió.

ACIDENTE EM PILAR

Na noite de segunda-feira (29),
um ônibus desgovernado atingiu três caminhões e os veículos invadiram uma cerimônia de casamento junino que reunia centenas de pessoas para celebrar o dia de São Pedro.



Segundo informou o Corpo de Bombeiros, duas pessoas morreram no local. Outras três chegaram a ser socorridas no pronto-socorro do município de Pilar e ao HGE (Hospital Geral do Estado), na capital, mas não resistiram.

Ainda segundo o Corpo de Bombeiros, mais de 60 pessoas ficaram feridas e foram removidas ou tiveram atendimento médico no local. Seis cavalos que participavam do cortejo puxando carroças também morreram atropelados.

Em nota oficial divulgada hoje, o HGE - que concentrou a maior parte dos atendimentos - informou que 31 pessoas deram entrada na unidade na noite do acidente. Seis delas permanecem internadas nesta manhã, três delas em estado grave. Outros hospitais também receberam feridos, mas não há informações de pessoas com risco de morte.

O prefeito do município, Oziel Barros, disse que "testemunhas informaram que o motorista do ônibus (que era utilizado para o transporte de trabalhadores rurais, mas somente o motorista estava no veículo no momento do acidente) estava embriagado". O motorista acusado está foragido. "Foi uma tragédia nunca vista aqui. Tenho seis filhos e todos estavam na festa. A cidade está completamente comovida com o acidente", contou.

Ainda segundo a prefeitura, a cerimônia de Casamento Matuto existe há pelo menos 25 anos e a expectativa era que a festa reunisse cerca de 30 mil pessoas nesta segunda-feira.

O acidente
Por volta das 18h30 de ontem, quando se aproximava de uma ladeira da cidade, um ônibus desgovernado atingiu três caminhões e os veículos invadiram a cerimônia.

"Essa é uma festa bem tradicional na cidade e foi no momento exato da cerimônia. Antes de invadir o local da festa, o ônibus engavetou em mais três caminhões, que foram parar onde estavam as pessoas", lamentou o tenente Alexandre, da Polícia Militar.

Ao todo, 10 viaturas de Bombeiros e Samu, seis da Polícia Militar, duas da Civil, além de apoio de ambulâncias do município e particulares e carros de serviço administrativo participaram do resgate.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos