Trabalho de orientação sobre a gripe suína será reforçado na fronteira com a Argentina

Claudia Andrade Do UOL Notícias Em Brasília

Prefeitos de cidades brasileiras que fazem fronteira com a região da Argentina, país que tem apresentado grande número de casos da gripe suína, têm reunião marcada para a próxima segunda-feira (6). Eles vão buscar uma estratégia de orientação voltada às pessoas que cruzam as fronteiras. O encontro também contará com a presença de técnicos dos governos estaduais e da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

Em três semanas, percentual de casos da gripe suína contraídos dentro do Brasil cresce cinco vezes

O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, afirmou nesta sexta-feira (3), durante entrevista coletiva sobre a gripe suína, que o número de casos autóctones (aqueles transmitidos dentro do território nacional) aumentou de 6% para 30% em apenas três semanas


A agência conta com sete postos de controle e os governos estaduais e municipais devem reforçar a orientação onde a Anvisa não está presente. Segundo o diretor de portos, aeroportos e fronteiras da agência, José Agenor Álvares da Silva, também foi solicitado ao Ministério da Justiça um reforço no número de soldados do Exército que auxiliam no trabalho de informação à população.

"A Anvisa tem sete pontos de fronteira na região, junto com a Polícia Federal e a Receita Federal. Mas há outros municípios que fazem fronteira (com a Argentina) mas que não têm passagem. Só pra dar um exemplo, no município de Itaqui (a fronteira) é uma balsa que atravessa de um lado para o outro com caminhão de transporte de arroz", disse Silva, referindo-se ao município do Rio Grande do Sul onde o prefeito decretou situação de emergência por conta da gripe.

O diretor da Anvisa ressaltou que o trabalho será apenas informar as pessoas. "Não é lugar de detecção de casos nem de retenção de pessoas que possam ter os sintomas. É lugar de orientação. Se tiver alguma pessoa com alguma sintomatologia, ela será encaminhada ao serviço de saúde".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos