Hospital do RS diz que epidemia de gripe suína "é grave" e recomenda situação de emergência

Flávio Ilha Especial para o UOL Notícias Em Porto Alegre

A direção do Hospital Universitário de Santa Maria (HUSM) recomendou à prefeitura da cidade que decrete situação de emergência no município em função do aumento no número de ocorrências da gripe suína. Sem apresentar números, a direção classificou a situação como "epidemia grave".

O hospital suspendeu os atendimentos ambulatoriais de adultos que não estejam com sintomas da influenza A. As urgências, além disso, serão aceitas somente através de requisição médica. O HUSM mantém apenas os atendimentos de emergência (considerados mais graves do que as urgências).

Segundo a direção do hospital, houve um aumento significativo nos casos de internação de pacientes suspeitos de estarem infectados com o vírus H1N1. Esses pacientes exigem cuidados intensivos que o hospital, em comunicado divulgado no final da tarde desta quarta-feira (15), diz não ter. "Há necessidade urgente de aporte de recursos humanos e materiais", afirma a nota.

O infectologista Fábio Lopes Pedro, da comissão de controle de infecção hospitalar, disse que o HUSM precisa de 10 novos leitos de UTI e 10 leitos de isolamento para enfrentar a epidemia. Ele relatou um volume expressivo de pacientes que apresentam quadro de pneumonia com agravamento e evolução rápida para insuficiência respiratória. A maior parte dos casos, segundo ele, necessita de intubação e ventilação mecânica, além da presença de especialistas.

O comunicado, resultado de uma reunião de emergência com um representante da Vigilância Estadual de Saúde, também relata que há excesso de pacientes no pronto socorro do HUSM. Oficialmente, a cidade registra sete casos confirmados de gripe suína e 13 pessoas com sintomas que ainda não tiveram suas amostras analisadas.

Um segurança de 24 anos morreu de insuficiência respiratória nesta madrugada no hospital. Desde a última sexta-feira (10), o jovem estava internado com suspeita de gripe suína. O rapaz teria dito aos médicos que fez uma viagem ao Uruguai, mas a família da vítima não confirma. Além disso, três outras mortes em Passo Fundo também podem ter relação com a gripe suína.

Em Porto Alegre, o secretário da Saúde do Rio Grande do Sul, Osmar Terra, disse que o Laboratório Central do Estado será credenciado na semana que vem pela Fiocruz para realizar diagnósticos da gripe. Segundo ele, é preciso descentralizar as análises para melhorar as condições de combate à epidemia.

"No caso de Santa Maria, alguns pacientes estão esperando há 15 dias pelo diagnóstico", criticou Terra. Junto com os secretários de Saúde de Santa Catarina, Paraná e Mato Grosso do Sul, Terra reivindicou ao Ministério da Saúde uma unificação dos protocolos com Argentina, Uruguai e Paraguai para melhorar o controle da doença.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos