Morto por gripe suína em Osasco (SP) havia sido diagnosticado com gripe "comum"

Gabriela Sylos Do UOL Notícias Em Osasco (SP)

Um homem de 21 anos, morador de Osasco (SP), que morreu após ser infectado com o vírus da gripe suína, foi diagnosticado no hospital Sino-Brasileiro primeiramente com a gripe "comum" e só após sua morte os médicos descobriram que ele estava infectado com o vírus da influenza A (H1N1). É a segunda morte de uma pessoa infectada com a gripe suína em Osasco - a primeira foi de uma menina de 11 anos, que estava internada no mesmo hospital. Os médicos, no entanto, descartaram qualquer relação entre os dois casos.

As informações foram transmitidas nesta quinta-feira (16) por médicos da equipe epidemiológica da prefeitura do município durante entrevista coletiva, na qual também estava presente o prefeito Emidio de Souza (PT) e o secretário de Saúde, Gelso de Lima. Segundo os médicos, a causa da morte do rapaz de 21 anos foi pneumonia.

A vítima, que estudava em um cursinho pré-vestibular em São Paulo, foi internada no hospital na última semana de junho e submetida aos procedimentos utilizados no tratamento da gripe comum.

À época, a orientação do Ministério da Saúde era que as unidades de saúde só utilizassem o tratamento contra a gripe suína em pacientes que tivessem viajado recentemente do exterior ou mantido contato com pessoas que voltaram de países atingidos, o que não se aplicava ao paciente, segundo os médicos.

Com o agravamento dos sintomas, o rapaz retornou ao hospital no dia 1º de julho, foi diagnosticado com pneumonia e começou a ser medicado com antibióticos. O quadro clínico do paciente piorou e no dia 11 ele morreu. Só após a sua morte os médicos descobriram que ele estava infectado com a gripe suína. Segundo os médicos, ele não possuía um quadro clínico de doenças graves.

Contudo, os médicos disseram que não dá para afirmar que o paciente não morreria caso fosse tratado desde o início como um portador do vírus da gripe suína.

O paciente não esteve no exterior nem manteve contato com pessoas que passaram por países com registro de casos, segundo informou a família do jovem. Entretanto, ele havia feito recentemente uma viagem de avião pelo Brasil. O caso ainda está sendo investigado. Mãe, pai e avó do paciente estão em observação.

O Ministério da Saúde confirmou nesta quinta-feira que foi registrado o primeiro caso de transmissão do vírus dentro do território nacional sem vínculo com o exterior. "A gripe está circulando no país inteiro, independentemente de viagem ao exterior", afirmou a médica sanitarista Carmency Lopes de Almeida, da vigilância epidemiológica de Osasco.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos