Plantação de maconha é descoberta em terra doada ao MST e posteriormente vendida

Paulo Rolemberg
Especial para o UOL Notícias
Em Aracaju

Policiais civis de Sergipe descobriram na madrugada desta quarta-feira (22) uma plantação com aproximadamente 350 pés de maconha localizada no povoado Salgadinho (a 30 km da cidade de Monte Alegre e a 151 km de Aracaju). Segundo investigações policiais, o lote onde estava o plantio da droga teria sido doado ao Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST), mas foi comprado por João Martins Alves, 68, que acabou preso pela polícia. Ele teria comprado o lote há quatro anos, por R$ 10 mil.
  • Sérgio Ferreira/Atalaia Agora

    Policiais civis de Sergipe descobriram uma plantação com aproximadamente 350 pés de maconha localizada no povoado Salgadinho


As suspeitas surgiram quando o proprietário da terra impediu vizinhos de transitarem pelas proximidades de suas terras. Por meio de denúncias, os policiais iniciaram as investigações que culminou com a descoberta da plantação. A maconha estava na margem de um córrego de água entre plantações de milho e feijão.

"Não sei o que é maconha. Alguém plantou isso aí. Eu produzo milho e feijão", tentou justificar o agricultor. Os cerca de 350 pés de maconha seriam colhidos no próximo mês. "Ela já estava plantada há dois meses daqui a um mês estaria pronta para colheita. Mas, devido as investigações conseguimos evitar a distribuição dessa droga", disse o delegado Fernando Melo.

O UOL Notícias entrou em contato com as principais lideranças do MST em Sergipe, mas não obteve retorno até o início da noite desta quarta.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos