Passageiros desaparecidos em Manaus estavam em outro barco

Amanda Mota
Da Agência Brasil
Em Manaus

Foram localizadas as duas mulheres e as duas crianças que ainda estavam sendo procuradas em Manaus devido ao acidente com o barco Karolina do Norte, ocorrido na última terça-feira (21). De acordo com a Defesa Civil de Manaus, Maria de Oliveira Moreira, a filha dela, Maria Rubinete de Oliveira Moreira, e as crianças Samira, 4, e Marcleam, 6, estão em Santarém (PA).

Como não conseguiram chegar a tempo de embarcar no Karolina do Norte, elas decidiram viajar em outra embarcação que pudesse sair no mesmo dia de Manaus e levá-las até o município paraense. Mãe e filha disseram que não comunicaram os parentes sobre a troca de embarcações, porque tudo ocorreu em pouco espaço de tempo. Elas só souberam do acidente com o barco Karolina do Norte quanto chegaram a Santarém, ontem à tarde.

De acordo com a lista de passageiros divulgada pela Capitania dos Portos, 185 pessoas estavam a bordo do barco que virou na zona sul de Manaus. A Defesa Civil, entretanto, registrou duas mortes e cadastrou 123 sobreviventes -nove pessoas de outros Estados.

Como o número de pessoas identificadas pela Defesa Civil não é o mesmo da lista de passageiros, a Prefeitura de Manaus pede que quem estava dentro do barco no momento do acidente, mas não se apresentou às equipes que foram ao local, que se apresente à Defesa Civil de Manaus o mais breve possível.

A Defesa Civil quer saber se o número de passageiros divulgado é procedente, se o barco estava com a lotação permitida (máximo de 185 pessoas) e se todos foram localizados.

Ainda permanecem em Manaus os nove passageiros de outros Estados. Hoje, eles prestam depoimento na Polícia Civil do Amazonas para ajudar no inquérito policial aberto para investigar as causas e responsáveis pelo ocorrido.

Os corpos da menina e da senhora que não sobreviveram ao acidente já foram transportados para o Pará. A criança morava no município de Santarém e a idosa, em Óbidos. As duas vieram a Manaus passar férias com as famílias.

O barco Karolina do Norte naufragou por volta das 13h45 quando retornava a um estaleiro localizado no igarapé, na margem esquerda do rio Negro. Ele havia partido do porto de Manaus com destino a Santarém, no Pará, quando o comandante da embarcação, Manoel Benício da Rocha, constatou uma quebra no leme. Ao ser rebocado para a margem, o barco pendeu para o lado. Maria Alvarenga, 71, e Andreza Ketlen Amorim, 7, morreram afogadas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos