Campinas (SP) confirma morte por gripe suína; total chega a 30 no país

Do UOL Notícias Em São Paulo

A Secretaria de Saúde de Campinas, no interior de São Paulo, confirmou nesta sexta-feira (24) a primeira morte em decorrência da nova gripe. Trata-se de uma mulher de 37 anos que "não viajou para o exterior e que não apresentava outras doenças". Com esta, chega a 30 o número de mortes pela doença no Brasil.

Exército faz atendimento em Osasco (SP)

  • A Prefeitura de Osasco, na Grande São Paulo, anunciou nesta sexta-feira (24) o adiamento do retorno às aulas na rede municipal como prevenção



Enquete: Como você avalia as informações que você tem visto sobre a gripe suína?

Segundo a Prefeitura de Campinas, a paciente foi internada segunda-feira, dia 20 de julho, em um hospital da rede pública e morreu na quinta-feira (23). A cidade investiga ainda seis mortes sob suspeita de doença respiratória aguda grave que podem ter ocorrido pela nova gripe.

De acordo com a secretaria, foram confirmados três novos casos de infecção pelo vírus A (H1N1) em moradores de Campinas: um menino de 7 anos, um homem de 37 anos e uma mulher de 18 anos. Estes pacientes estão em processo de recuperação e passam bem. Com os novos casos, são 58 casos confirmados na cidade. A maior parte dos doentes já recebeu alta ou está em processo de recuperação.

A Secretaria de Saúde informa ainda que aguarda o resultado de exames de 74 casos notificados de algum tipo suspeito de gripe em Campinas.

Até agora, houve mortes pela doença em quatro Estados: Rio Grande do Sul (11), São Paulo (13), Rio de Janeiro (5) e Paraná (1). Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), foram confirmadas 800 mortos no mundo.

Em Valinhos, na região de Campinas, uma mulher de 27 anos morreu dia 19, dois dias após ser internada. Outro óbito no município está sob investigação, segundo a prefeitura. Em Itapetininga, no sudoeste paulista, um homem de 26 anos também faleceu no dia 18. Na região do Grande ABC, foi confirmada a morte no dia 18 de um bebê de um ano e seis meses.

Segundo o Ministério da Saúde, de 25 de abril a 18 de julho, foram notificados 8.328 casos suspeitos de algum tipo de gripe no país, com maior concentração nas regiões Sul e Sudeste, corroborando com a ocorrência esperada de casos de síndrome gripal para essa estação do ano. Desse total, 1.566 (18,8%) foram confirmados para influenza A (H1N1) e 528 (6,34%) para influenza sazonal.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos