Parentes de crianças e jovens mortos em Niterói protestam em frente ao fórum da cidade

Vitor Abdala
Da Agência Brasil
No Rio de Janeiro

Parentes de crianças e jovens mortos por policiais em Niterói, no Grande Rio, em 2005, fizeram nesta sexta-feira (24) ato público em frente ao fórum do município. As famílias lembraram o crime e pediram a condenação dos policiais militares, que serão julgados na próxima terça-feira (28), pelo Tribunal do Júri, em Niterói.

As mortes ocorreram em dezembro de 2005, durante uma operação policial no Morro do Estado, uma favela próxima ao centro da cidade. Durante a ação, cinco pessoas foram mortas, sendo dois meninos (um de 11 e outro de 12 anos), dois adolescentes (um de 15 e outro de 16) e um homem de 24 anos.

Segundo denúncia do Ministério Público, quatro policiais militares executaram as vítimas e depois alteraram a cena do crime.

Fernanda Antônio de Oliveira, mãe do menino de 11 anos morto na ação, Wellington Santiago, participou do protesto e pediu "justiça". "É duro. É muito doído. Hoje eu sou uma pessoa doente e debilitada emocionalmente. Espero que a Justiça se faça valer", disse.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos